(Julho/2019) Armazenamento de medicamentos: conheça os cuidados que a indústria farmacêutica deve ter

6 minutos para ler

Nos últimos anos, a indústria farmacêutica cresceu de maneira significativa, e é exatamente por isso que é preciso estar frequentemente contando com uma logística eficiente e moderna, estando apta para proporcionar um crescimento saudável e seguro. Diante disso, o armazenamento de medicamentos nessa área é um dos principais fatores com que se preocupar.

Os fármacos são substâncias que demandam cuidados especiais no período em que ficam expostos para as vendas. Desse modo, é importante armazená-los adequadamente, já que são sensíveis a variações de luz, umidade e temperatura.

Pensando nisso, preparei este post para falar sobre os principais cuidados que a indústria farmacêutica deve ter com o armazenamento de medicamentos. Continue a leitura e confira!

Como funciona a logística no setor farmacêutico?

A logística é um setor fundamental para que a sua corporação atinja um nível alto de reconhecimento e obtenha bastante sucesso nos negócios. Quando voltada para a área farmacêutica, é perceptível a sua grande contribuição no progresso da empresa.

Pelo fato de estar lidando com a saúde pública, devido aos medicamentos, esse departamento passa por uma fiscalização frequente e muito intensa, tendo, então, que aderir a processos eficazes para proporcionar integridade, funcionalidade e qualidade aos produtos.

A cadeia de suprimento dos medicamentos tem passado por mudanças frequentemente, especialmente devido aos novos perfis de consumidores, e está dividida em cinco departamentos: indústria, distribuidores, farmácias, governos e hospitais.

Quais os principais cuidados que o setor farmacêutico deverá ter com o armazenamento de medicamentos?

Como já foi dito, uma instituição farmacêutica deve sempre contar com uma boa e moderna logística, para que, assim, possa atender às suas necessidades e enquadrar-se entre as melhores e mais renomadas indústrias farmacêuticas.

Vale ressaltar que esse setor tem sido cada vez mais buscado, uma vez que a pirâmide da população brasileira tem alargado devido ao envelhecimento da sociedade.

Veja, a seguir, os 5 principais cuidados que se deve ter no armazenamento de medicamentos.

Adequação dos locais de armazenamento

Um dos cuidados imprescindíveis no setor da logística farmacêutica é adequar os locais em que os medicamentos serão guardados. Com isso, é necessário proporcionar um ambiente apto e adequado para receber os medicamentos, devendo estar eficazmente higienizado, além de ter uma iluminação e uma ventilação adequadas às exigências.

Caso você não cumpra o que for estabelecido, poderá infringir a integridade do medicamento e desencadear empecilhos para o consumidor final. Logo, estabeleça um rígido controle e adéque os seus locais de armazenamento de maneira responsável e ética.

Transporte seguro e adequado a cada tipo de medicamento

A etapa da transportação é muito importante; por isso, merece receber atenção tanto na fase do percurso, quanto no acondicionamento dos medicamentos no veículo transportador.

Em todas as movimentações, é necessário ter agilidade e segurança para manusear os produtos. Diante disso, é de suma importância ter embalagens aptas e levar em consideração os detalhes de cada produto, uma vez que alguns precisam de refrigeração, por exemplo.

Controle de temperatura

Como foi dito acima, alguns medicamentos precisam de uma refrigeração adequada, e grande parte deles não pode ficar exposta às altas temperaturas. Por isso, vale ressaltar que o gerente logístico responsável por esse setor deve ficar atento a essas questões, sendo eficiente para garantir o controle da temperatura e a conservação dos medicamentos em sua perfeita composição.

Outro ponto a ser destacado é que, para fazer o armazenamento de medicamentos adequadamente, é recomendável utilizar câmaras refrigeradas, para que, assim, se consiga garantir o controle eficaz da temperatura de cada medicamento, sob as condições certas de conservação.

Controle de validade e gestão de estoque

Ter um controle rígido e frequente sobre os medicamentos em vendas é de suma importância para o âmbito farmacêutico. É notório que, uma vez que o produto perde a sua validade, ele já não está mais apto para ser consumido, podendo acarretar inúmeros prejuízos para a saúde de quem o fizer e até mesmo problemas para o gerente responsável pela venda.

Posto isso, é evidente a importância de dar um enfoque nesse assunto, devendo ser, portanto, distribuídos e comercializados no seu período de validade.

Para reduzir perdas de medicamento, é viável aderir a práticas eficazes que poderão gerenciar melhor o estoque, organizando de maneira pontual as datas de validade de todo o estoque. A exemplo, pode-se utilizar um bom software para fazer uma planilha dos medicamentos, como também você poderá contar com a ajuda de alguma empresa que preste serviços especializados nisso.

Por fim, fazendo tudo, será possível lidar melhor com a logística dessa questão.

Cumprimento de normas e determinações da ANVISA

De acordo foi dito acima, o âmbito farmacêutico recebe fiscalizações frequentemente das instituições governamentais e é submetido a diversas regras e regulamentações. É por esse motivo que o gerente deve conhecer e se atualizar em relação às exigências, principalmente da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Esse órgão tem como função regulamentar e monitorar a atuação de todas as corporações farmacêuticas, a fim de garantir a segurança e a saúde de todos os consumidores.

O que pode acontecer com o medicamento, caso ele não seja conservado de modo correto?

Uma eficaz conservação garante a estabilidade da substância química e, consequentemente, a qualidade do medicamento. Caso isso não ocorra, o produto poderá se transformar em uma verdadeira bomba letal, ou seja, pode causar até a morte do consumidor.

A possível instabilidade química, gerada pela má conservação do fármaco, interfere diretamente no teor da sua substância ativa, que é responsável por gerar os efeitos desejados; uma vez que essa porcentagem é diminuída, o seu efeito terapêutico será gravemente comprometido.

Conseguiu entender um pouco sobre os principais cuidados que a indústria farmacêutica deve ter? Então, espero que, a partir dessa leitura, você tenha mais dedicação sobre esse setor, viabilizando uma postura ética e correta diante das normas do mercado atual.

Ao efetivar isso, você estará automaticamente se destacando no mercado farmacêutico, fazendo com que a sua instituição seja uma das mais responsáveis.

Gostou do nosso post sobre armazenamento de medicamentos? Então, confira agora as regras da ANVISA para o transporte de medicamentos!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-